segunda-feira, 30 de março de 2015

Bem vinda ao viciante mundo da costura!


Cresci vendo minha mãe assar biscoitos, bordar, fazer flores de tecido e, principalmente, costurar. Ela era professora. Trabalhava o dia todo, mas sempre reservava um tempo para os seus hobbies. Ela me ensinou os primeiros passinhos na costura: como tirar moldes, passar a linha na máquina e fazer a costura reta. Mas eu só comecei a aprender de verdade quando comecei a frequentar cursos e,  olha, isso nem faz tanto tempo assim. 

Tive excelentes professoras e sou extremamente grata a cada uma delas! Aprendi a fazer bolsas, necessaires e patchwork com a animada Ana Paula Cuore (Armarinho Magriffe), tirei meus primeiros moldes com a Terezinha Espírito Santo (Casa do Ceará) e me aprofundei no Método Ioli com a Isan Mirthes (Ateliê Isan Mirthes). Por falta de tempo e  fatalidades da vida nunca terminei nenhum dos cursos, mas ainda sonho com um diploma de costureira pendurado na parede. Enquanto não consigo me dedicar à dominar a técnica como gostaria, sigo dando meus pontinhos em modelos mais simples. 

Tenho recebido muitos e mails e comentários no instagram pedindo dicas sobre como começar a costurar. Como contei aqui, eu me considero uma aprendiz. Estou só no comecinho, mas gostaria de compartilhar algumas dicas com vocês.

1. Procure um curso. Gosto muito de aulas virtuais e já fiz várias, mas acho que para quem vai começar do zero é importante ter uma professora para tirar as dúvidas olho no olho. Depois de dominar a passagem das linhas, a costura reta e os primeiros princípios, visite tutoriais em blogs, assista vídeos no You Tube e compre livros. Você vai ver que o que não falta por aí são projetos bacanas e fáceis! 

2. O investimento inicial para começar a costurar é baixo... Você vai precisar de pouquíssimo: duas tesouras (uma para papel, outra para tecido), agulha de mão, linha, fita métrica, régua grande, abridor de casa (que usamos para descosturar o que deu errado), giz de alfaiate, papel para os moldes. Tudo isso custa barato!

3. A máquina. Acho desnecessário começar com um super modelo. Se você ainda não tem certeza se vai adiante, compre uma máquina básica. Todas as marcas tem modelos simples, que costuram tudo! A minha é uma dessas e já usei até para costurar bolsa de couro. 

4. É normal se sentir perdida nas primeiras visitas a lojas de tecidos. Não tenha vergonha de perguntar, de tirar do lugar para sentir o caimento, de anotar nomes, de voltar pra casa para pensar. Sugiro que comece por tecidos mais firmes. O algodão, a tricoline, o brim e o jeans são bem amigos dos iniciantes. Fuja do chiffon, da viscose e, por motivos óbvios, da seda! 

5. Não se sinta frustrada se os primeiros projetos saírem tortos e desajeitados. Ame suas peças mesmo assim e use! Seja paciente. O objetivo no começo deve ser a diversão e não a perfeição!

8 comentários:

  1. Olá Vivi suas dicas são excelentes ! Sabe eu também estou me aventurando nas costuras não faz nem um ano ainda.
    E como você disse costurar é mesmo viciante mas no meu caso não costuro roupas e sim peças mais simples.
    São necessaire,bolsas,panos de prato etc...... No geral peças para casa e dia-a-dia e também faço bordado em ponto cruz. Mas não importa o tipo de costura o fato é que depois que a gente senta em frente a máquina pela primeira vez vai ser difícil querer sair. E apesar de eu não saber costurar roupas gosto muito de ver suas roupas costuradas por você mesma isso é muito legal. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cida! Se você curte a ideia de costurar roupas, sugiro que vc aproveite a experiencia que vc já adquiriu fazendo outras peças (necessaires, bolsas, etc) e faça algumas tentativas! Comece por algo simples, como uma saia com elástico na cintura! Na internet, tem bastante molde gratuito. Vou tentar fazer um post com os links pra vc ver se anima, tá???

      Beijao,
      Vivi

      Excluir
  2. Oi Vivi, obrigada por sua postagem com os conselhos, gostei muito deles.
    Cresci vendo minha mãe costurando, ganhei uma máquina dela e até frequentei alguns cursos da minha adolescência.
    Vejo que preciso voltar.
    De fato, tecidos 100% algodão são os melhores para as eternas aprendizes.
    Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
  3. Oi Viviane! Obrigada por conselhos maravilhosos.. Adoro seu blog e a forma como vc escreve é encantadora! Bju bju Joanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joanna! Obrigada pelas palavras. Tento escrever com o coração. Amo compartilhar com vcs tudo o que vejo e aprendo!

      Beijo!!!
      Vivi

      Excluir
  4. Olá Vivi, sou Beth do Cores de Frida, andei nesse feriado por aqui, espiei tudinho e to amando, também gosto muito das costurices, sou professora universitária, amo minha profissão, mas venho descobrindo desde que minha filha nasceu que também gosto de costuras, fofurices, reaproveitamento, enfim do mundi craft, Vou seguindo seu blog megalindo e pra nao perder nadica vou colocar o link no blogrool bjs

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pelas dicas, Vivi!
    Estou iniciando, cada dia mais apaixonada pela arte de costura, e suas dicas foram valiosas!
    Com carinho,
    Amelinha

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pelas dicas, Vivi!
    Estou iniciando, cada dia mais apaixonada pela arte de costura, e suas dicas foram valiosas!
    Com carinho,
    Amelinha

    ResponderExcluir

Ei, estou curiosa para saber o que você achou. É só escrever aqui, clicar duas vezes, e postar... Vamos alinhavar este papo?