domingo, 7 de setembro de 2014

Hello, costureiras! Chegou a Burda brasileira!


Estou sempre na banca em busca de novas revistas de costura. Essa mania começou ainda quando eu era criança. Minha mãe comprava a Manequim. E eu adorava namorar os moldes e sonhar com aqueles vestidos. Muitos saíram do papel e viraram roupa de verdade.
 
Há uns 5 anos descobri a Patrones e a Burda. Ambas importadas. Este mês fui surpreendida quando cheguei a banca e vi o lançamento da Burda versão brasileira. Bingo! Mais uma opção para nós, costureiras tupiniquins!


A revista mantém a mesma estrutura das outras Burdas publicadas ao redor do mundo. A minha seção favorita é a "aula de costura", que mostra de forma bem detalhada o passo a passo de uma peça. É um ótimo recurso para quem está começando a costurar roupas, como eu. A aula da edição número 1 é de um top com ombros de fora e cintura bem marcada. Lindo!


O bacana da Burda é que todas as roupas que estão lá foram costuradas pela equipe que trabalha na revista. Daí eles apresentam diferentes versões para o mesmo molde. De manga longa ou curta. Em um tecido de festa ou outro mais adequado ao dia a dia. Acho bem divertido observar como pequenas variações são capazes de mudar completamente a roupa! Um exercício de criatividade! Fico bem curiosa: como será a redação da revista? Como eles escolhem as pautas, digo, os moldes?
 
Quem já comprava as edições importadas vai reparar que os modelos  não são inéditos e já foram publicados. Ainda não testei nenhuma peça, mas espero que a equipe se lembre que temos corpos bem diferentes das gringas. E não adianta só traduzir as explicações, hein?
 
Por falar em tradução, estranhei um pouco a apresentação dos tecidos. O casaquinho que eu mais gostei _e quero tentar fazer_ é descrito como costurado "em lona". Como assim, lona para fazer uma peça fina dessa?!


A revista lançou também outras interações com as brasileiras: um canal bem didático no You Tube, que explica_ por exemplo_ como copiar os moldes, uma página no Facebook e uma conta no Twitter.
 
Vamos costurar? Bom domingo!
 
 

6 comentários:

  1. Vivi, essa lona deve ser sarja, não?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que sim, Kaka! Sarja tem tudo para dar certo... Já lona? Não fazer o menor sentido, né?
      Parabéns pela fase nova com a confecção de roupas! Boa sorte. Conte comigo.
      Beijão,
      Vivi Basile

      Excluir
  2. Também sou fã da Burda! Já costurei algumas peças com moldes dela. (Na verdade, da Burda portuguesa porque ainda não deu tempo de fazer algo da edição brasileira.) Me parece que os moldes e instruções são iguais aos da revista alemã, é só tradução mesmo. Também estranhei os nomes de alguns tecidos... talvez, tenham se perdido na tradução. Será que no Brasil temos alguém na redação com experiência em costura, atento a estes pontos?
    Sobre o nosso padrão de corpo brasileiro, acho que a modelagem deles está bem próxima, não me pareceu muito destoante. Eu tenho cintura fina e quadril largo, sempre tenho que desenhar o molde com cintura de um tamanho e quadril de outro... mas, como cada modelo tem 5 tamanhos, é fácil fazer esses pequenos ajustes, é só ir juntando as linhas dos tamanhos vizinhos.
    Eu já fico curiosa em relação à modelagem... quem desenha os moldes? quem são essas pessoas? como aprenderam a costurar e a modelar? como conseguem manter o estilo Burda em tantas edições diferentes?
    Também me lembro da Manequim que minha mãe assinava e das peças que ela costurava para ela e para mim. Hoje eu não consigo me identificar com a linha editorial da Manequim... Um foco bem diferente do que era antigamente.
    Que seja bem-vinda a Burda ao Brasil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa!
      Também fico super curiosa para saber como é uma redação de jornalistas/ costureiras...
      Não vejo a hora de testar os moldes! Certamente, como você, terei que fazer adaptações. Parte de cima, 38. Em baixo, nem sempre.... Rs!
      Beijão,
      Vivi Basile

      Excluir
  3. Adorei saber da novidade estarei comprando todo mês na banca. adorei seu blog.
    Beijos e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  4. Adoramos o post. Ficamos felizes em ver a sua opinião. No caso da tradução, algumas referências de tecido vêm da Alemanha e muitas vezes acabamos reproduzindo o que nos enviaram. Mas a partir da segunda edição, estamos colocando referências de tecidos que temos aqui. Esperamos melhorar a cada dia e por isto a sua opinião e de suas leitoras é muito importante.

    Obrigada!

    beijos

    Renata Ruiz
    Editora chefe- burda style

    ResponderExcluir

Ei, estou curiosa para saber o que você achou. É só escrever aqui, clicar duas vezes, e postar... Vamos alinhavar este papo?