sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

A história do Keep Calm & Carry On

O Ateliê Basile é um micro negócio de família. Eu e a Maíla Basile tocamos o dia a dia. E recebemos sempre a contribuição dos nossos amores. É marido que faz playlist para ouvirmos com as alunas durante a aula. É a sogra de São Paulo que escolhe, compra e envia tecidos e aviamentos. É a mãe, lá do interior de Minas, em Buritis, que ajuda a preparar um molde. É a tia que vive em Lavras e prepara biscoitinhos. Vem colaboração de todos os lados. Acreditamos que essa vibração envolve nossos projetos de alegria verdadeira.

Bem, esse "nariz de cera"todo para apresentar pra vocês a dica do Felipe Basile. Ele encontrou um vídeo super interessante sobre a história do cartaz KEEP CALM AND CARRY ON. Sobe o som do notebook porque a trilha é linda. E não se preocupe se você não compreender o inglês very british, o Felipe fez a gentileza de traduzir para vocês.

Go, girls!


“Na primavera de 1939, durante a escalada da guerra contra a Alemanha, o governo britânico encomendou uma série de cartazes de propaganda. Esses cartazes deveriam dar confiança ao povo para enfrentar os tempos sombrios que se aproximavam. 
Eles deveriam ter um estilo uniforme e uma fonte especial e elegante, que dificultaria falsificações pelos inimigos. A coroa do rei George VI seria o único elemento gráfico e haveria apenas duas cores. 
Dos três modelos finais que foram produzidos, o primeiro cartaz trazia o slogan ‘Your courage, your cheerfulness, your resolution will bring us victory (Sua coragem, seu ânimo e sua resolução nos trarão a vitória)’. O segundo cartaz continha as palavras ‘Freedom is in peril. Defend it with all your might (A liberdade está em perigo. Defendam-na com toda a sua força)’. Mas o terceiro modelo, do qual mais de dois milhões e meio de cópias foram impressas, dizia simplesmente ‘Keep calm and carry on (mantenha a calma e siga em frente)’. 
Os dois primeiros cartazes foram distribuídos em setembro de 1939 e estavam por todo o país, em vitrines e plataformas de estações ferroviárias. Mas o cartaz 'keep calm' foi reservado somente para tempos de crise ou para a hipótese de invasão inimiga. No final, o cartaz nunca foi oficialmente distribuído e permaneceu desconhecido do público, até que uma cópia apareceu mais de cinquenta anos depois. Foi encontrada num sebo chamado Barter Books, no nordeste da Inglaterra, fundado em 1991 por Stuart e Mary Manley, instalado numa antiga estação ferroviária vitoriana. As estantes foram erguidas sobre o local onde ficavam os trilhos, mas as salas de chá e de espera da antiga estação continuaram lá. 
Em 2000, Stuart encontrou o cartaz numa caixa de livros poeirentos que comprara num leilão. Mary gostou tanto dele que o emoldurou e pendurou atrás do balcão da loja. O cartaz fez tanto sucesso que, um ano depois, começaram a vender cópias. Desde então, o cartaz foi copiado, parodiado e trivializado a ponto de se tornar um verdadeiro ícone do século XXI. 
É difícil dizer exatamente por que uma frase cunhada numa década já remota tem tanto apelo e ressonância atualmente. Seu desenho é considerado simples e atemporal, e é facilmente reconhecido. Entretanto, talvez sejam os dizeres do cartaz que causem mais encantamento entre as pessoas. Como uma voz saída da história, oferece uma mensagem muito simples e reconfortante, inspirando confiança durante tempos difíceis. E é algo que nunca deveria sair de moda: manter a calma e seguir em frente.”
(Tradução do vídeo The Story of keep Calm and Carry on, feito pela livraria inglesa Barter Books)

   

E lembre-se, está chegando o dia da oficina KEEP CALM NO CARNAVAL!
- quarta, 13 de fevereiro
- 5 da tarde, turma chá das 5!!!
- R$ 160
- Informações e inscriçõrs: ateliebasile@gmail.com


-


4 comentários:

  1. que legal eu sempre tive interesse em saber como surgiu!!! valeu!

    bjo
    ótima semana

    ResponderExcluir
  2. Vivi, fiquei muito feliz com o seu projeto!
    Quero conhecer o seu cantinho.
    Sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  3. Estou adorando passear pelo blog e ameio vídeo e a história. Muiito legal!!!

    ResponderExcluir

Ei, estou curiosa para saber o que você achou. É só escrever aqui, clicar duas vezes, e postar... Vamos alinhavar este papo?